Ooops! Microsoft não permite o Linux de novo

CEO Fórum 2013 – Gestão sem Fronteiras
30 de Maio de 2013
Functions is_home e is_page quebrando seu galho
4 de junho de 2013

Ooops! Microsoft não permite o Linux de novo

Cada vez mais é difícil para o mercado Linux se manter com os computadores que são lançados com Windows 8. Desta vez, os computadores que são comercializados com a homologação da Microsoft para o Windows 8 dificultam ainda mais o processo de instalação de distribuições Linux. Com este novo método, você é obrigado a aceitar os termos de uso da Microsoft, mesmo que não queira usar o Windows. Entenda.

Ooops! Microsoft não permite o Linux de novo

Antes deste novo método, a instalação normal de distribuições Linux, dando o boot diretamente por uma pen USB ou CD/DVD dava conta do recado. Agora, com o Fast Boot do Windows 8, que faz toda a leitura de hardware, aparece logo no primeiro boot. Isto significa que dispositivos USB não poderão dar o boot. E sem boot por outros dispositivos, nada de instalação Linux.

A Microsoft oferece um tipo de “reboot” especial para acessar o menu do firmware quando o hardware estiver totalmente iniciado, inclusive o próprio USB. Esta opção, porém, só pode ser acessa após o usuário ter aceitado o Contrato de Licença do Usuário Final da Microsoft (Microsoft EULA). Isto significa que mesmo que você não concorde com o EULA e quer apenas fazer a limpeza no HD para a instalação da sua distribuição favorita, o Windows 8 vai dificultar este procedimento, obrigando-o primeiro a aceitar a licença.

Diversas mudanças no Microsoft Windows 8 Secure Boot foram realizadas há pouco tempo. É perceptível que cada vez mais o mercado desktop Linux está ganhando espaço. Ou a Microsoft quer impedir, de qualquer forma, que os compradores destes dispositivos instalem qualquer outro sistema operacional que não o das janelas. Assim como “driblar” o UEFI, cremos que esta nova etapa de verificação da Microsoft também cairá, mas, que isto é assustador e motivo de comemoração ao mesmo tempo, isto é verdade.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *